Lula lidera corrida presidencial, com 37%, diz Ibope; Bolsonaro tem 18%

Pesquisa

Alvaro Dias (Podemos), Ciro Gomes (PDT), Lula (PT), Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede) (Foto: Reprodução)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida para a Presidência da República com 37% das intenções de voto, seguido por Jair Bolsonaro (PSL), com 18%, segundo pesquisa Ibope, feita em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo — que divulgou o resultado — e a TV Globo.

O petista, condenado em segunda instância por corrupção passiva e lavagem de dinheiro em processo da Operação Lava Jato, está tecnicamente inelegível, segundo a Lei da Ficha Limpa, mas registrou sua candidatura no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e aguarda posicionamento da Justiça.

Sem o petista, Bolsonaro lidera, com 20%, seguido por Marina Silva (Rede), com 12%, e Ciro Gomes (PDT), com 9%. Nesse caso, o ex-prefeito paulistano Fernando Haddad (PT), que seria o substituto de Lula, tem 4% e aparece numericamente atrás do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, candidato pelo PSDB, que tem 7% das intenções de voto.

Essa é a primeira pesquisa Ibope desde o início oficial da campanha e também desde a definição de que haverá treze candidatos à Presidência.

O Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 142 municípios, entre os dias 17 e 19 de agosto. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O registro da pesquisa na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR-01665/2018. Os contratantes foram o jornal O Estado de S. Paulo e a TV Globo.

CNT/MDA

O resultado da pesquisa estimulada do Ibope no cenário com Lula repete, dentro da margem de erro, os números apurados em outro levantamento eleitoral, do instituto MDA, a pedido da Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgado na manhã desta segunda-feira.

Nesta pesquisa, Lula tem 37,3% das intenções de voto, seguido por Bolsonaro, com 18,8%. Na sequência aparecem Marina Silva (Rede) com 5,6%, Geraldo Alckmin (PSDB), com 4,9%, Ciro Gomes (PDT), com 4,1%, e Alvaro Dias (Podemos), com 2,7%. Os demais candidatos não alcançaram 1% das intenções de voto.

Foram ouvidas 2.002 pessoas entre os dias 15 e 19 de agosto em 137 municípios de 25 unidades da federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos, com um nível de confiança de 95%. O levantamento foi registrado junto ao TSE sob a identificação BR-09086/2018.

Fonte Veja Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.