Garota de 19 anos foi baleada em Caririaçu e mais quatro lesões em Juazeiro

Lesões no Cariri

Espingarda apreendida em Caririaçu que teria sido usada no crime (Divulgação)

Três casos de lesões corporais foram registrados neste final de semana, sendo um em Caririaçu e mais quatro em Juazeiro com dois deles se constituindo violência doméstica. Por volta das 14h30min deste domingo uma patrulha da PM de Caririaçu esteve no Sítio São Paulo na zona rural de Caririaçu onde a jovem Greycyane Prates da Silva, de 19 anos, alí residente, foi lesionada de raspão na panturrilha esquerda por um projétil calibre 12.

O crime teria sido praticado por Wéllio Célio Galdino Santana, de 21 anos, que mora no Sítio Bananeira e fugiu. A garota foi socorrida ao hospital e, às 18 horas, a polícia apreendeu num matagal a espingarda calibre 12 que teria sido usada no crime. Segundo o Sargento Sá, existem informações que o pai dela, João Bosco da Silva e um filho dele tinham agredido Wéllio no sábado com paulada na cabeça. Ontem, este efetuou um disparo na portão da residência dos dois atingindo a garota que estava dentro de casa.

Leia também

JUAZEIRO – Antes, às 19 horas de sexta-feira, uma patrulha do Policiamento Ostensivo Geral (POG) esteve na Rua José Vicente de Lima (Jardim Gonzaga) em Juazeiro aonde Heitor S. Lima, de 33, agrediu uma garota de 27 anos. Quatro horas depois, mas na Avenida Salgueiro (Romeirão), uma situação inversa. Um homem de 27 anos foi lesionado com uma facada no braço por sua companheira contra a qual o mesmo não quis representar.

Na madrugada de sábado outra patrulha do POG esteve na Rua Antônio Cruz (Palmeirinha) aonde Francisco L. Moreira, de 65 anos, estava só de cueca empunhando um pedaço de ferro e um tijolo quando tentava derrubar a porta da casa de um homem de 49 anos, Ele estava muito agressivo e foi na direção da patrulha tentar agredir os policiais quando um dos PMs atirou atingindo-o na perna, tratando de socorrer ao hospital. Segundo moradores, desde quinta-feira, ele vinha criando problemas no lugar.

Já perto das 23 horas, ainda no sábado, a polícia foi informada sobre um caso de agressão na Rua Moacir Gondim Lóssio (São José) em Juazeiro para onde seguiu outra patrulha da PM. No local, uma mulher 59 anos, ali residente, apresentava sangramento no nariz, segundo ela, causado por seu companheiro. O acusado Roberto G. Sousa, de 26 anos, foi levado à 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil.




Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais