Acusado do tráfico de drogas foi morto em confronto com PMs do RAIO em Crato

Intervenção militar

Confronto aconteceu esta noite na Vila São Bento em Crato (Foto: Reprodução/Google)

Um homem com várias passagens pela polícia morreu por volta das 23h30min desta sexta-feira num confronto com equipe do RAIO que foi até o Sítio Mata na Vila São Bento para tentar prendê-lo. Marcos Antonio Martins da Silva, de 37 anos, era conhecido como “Paulista”, morava naquela localidade onde estaria causando terror, segundo informações passadas por moradores.

Os PMs fizeram um cerco em sua residência e, quando “Paulista” notou a presença da polícia, efetuou um disparo de arma de fogo. No revide, o mesmo terminou atingido com um tiro e foi socorrido ao Hospital São Francisco, mas faleceu pouco tempo depois. Ele usava tornozeleira eletrônica e esteve preso até bem pouco tempo para responder por crime de tráfico de drogas.

Na noite do dia 16 de dezembro de 2012, na CE-368 mais precisamente no Sitio Lagoinha em Crato, “Paulista” foi lesionado com um tiro na coxa quando trafegava por àquela rodovia. Na época, morava na Rua Zacarias Gonçalves e foi surpreendido por dois homens em um moto Honda CG 150 preta se refugiando em um matagal. Ele não foi assassinado por ter corrido e se refugiado no matagal perto de uma indústria cerâmica.

Uma de suas prisões em flagrante se deu no dia 4 de fevereiro de 2014 para responder por tráfico de drogas juntamente com Rafaela Pereira Oliveira. Somente na chamada “Operação Medelín” de combate ao tráfico de drogas, Paulista foi preso em duas oportunidades, sendo a última delas no dia 1º de novembro de 2017 juntamente com outras 17 pessoas quando do cumprimento de 25 mandados de buscas e apreensões e outros 21 de prisões preventivas.

Este foi o quinto homicídio do mês de abril em Crato e o 15º do ano no município. O último tinha ocorrido terça-feira quando Fabiano Alexandre Machado, de 20 anos, foi assassinado dentro de sua casa na Rua Francisco Cícero Pierre, 63 da mesma Vila São Bento. O crime foi praticado por dois homens que ali chegaram numa moto e bateram à porta. Quando Fabiano saiu terminou lesionado com três tiros e faleceu no local. Este respondia por tentativa de homicídio e posse de arma de fogo.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.