Homem que asfixiou e matou garota de Crato é encontrado morto

Fim das buscas

"Júnior de Curicaca" deve ter praticado o suicídio logo após matar a jovem caririense Lúcia Suellen (Reprodução/Redes sociais)

O corpo de Raimundo Milvan Rocha Júnior, de 38 anos, o “Júnior de Curicaca”, foi encontrado por populares no final da tarde desta sexta-feira num matagal perto de uma casa de shows em Marizópolis (PB). Ele era acusado do crime de feminicídio contra a jovem Lúcia Suellen da Silva Sampaio, de 29 anos, que nasceu em Nova Olinda e, durante algum tempo, possuiu um salão de beleza e residiu em Crato na região do Cariri.

O crime aconteceu na madrugada de terça-feira (19) no quarto de uma pousada ao lado de um posto de combustível em Marizópolis. Ontem mesmo a Comarca de Sousa (PB) tinha decretado a prisão temporária do acusado que nasceu em São João do Rio do Peixe naquele estado. O corpo foi encontrado ao lado do revólver utilizado por ele para matar a garota a qual já tinha esganado conforme o resultado do trabalho pericial e exame cadavérico.

O mesmo praticou o suicídio, provavelmente após matar a garota já que o cadáver apresentava avançado estado de decomposição e uma das pernas queimadas pela ação dos raios solares. As investigações em torno do crime de feminicídio eram coordenadas pelo Delegado de Polícia Civil de Sousa, Francisco Abrantes, e já tinham sido divulgadas imagens de “Júnior de Curicaca” por meio de redes sociais quando a polícia tentava descobrir o paradeiro dele. Supostamente o motivo do crime foi passional.




Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais