Jovem é morto em Crato com um tiro na cabeça dentro de riacho

Homicídio em Crato

Felipe foi morto numa passagem molhada do Rio Batateira perto de sua casa em Crato

Mais um homicídio foi registrado neste domingo em Crato se constituindo no segundo do mês de abril e o 16º do ano no município ou 69,5% em relação aos 23 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. Por volta das 14h30min o auxiliar de serviços gerais Carlos Felipe Gomes Batista, de 22 anos, que residia na Rua Timbaubas (Bairro Gisélia Pinheiro), foi lesionado com um tiro de espingarda calibre 12 na cabeça e morreu ao dar entrada no Hospital São Camilo.

Ele estava dentro de uma passagem molhada do Rio Batateira perto de sua casa quando foi baleado por dois homens, sendo um identificado apenas por “Neguinho de Corrinha” e o outro por “Besouro”. Uma patrulha do POG (Policiamento Ostensivo Geral) esteve no local e diligenciou sem o êxito de prender os acusados do crime, cuja vítima terminou socorrida por populares.

Em novembro de 2013 Felipe tinha apenas 15 anos quando foi vítima de tentativa de homicídio atribuída a Edigleison Dionisio Arculino e Roniele Amorim dos Santos por meio de indiciamentos em Inquérito Policial. Já em outubro de 2017 tentou matar Francisco Carlos Ferreira Batista. Em setembro de 2018 ele e Antonina Pereira Gomes foram vítimas de lesões leves praticadas por Marcelo Ferreira da Costa, enquanto, em dezembro de 2018, praticou assalto a mão armada contra Cicero Helton da Silva.




Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais