Agricultor morre afogado em Lavras da Mangabeira ao sair para pescar num riacho

Afogamento no Cariri

Arquivo/Agência Miséria

Exatamente Cinco dias após e um novo caso de morte por afogamento foi registrado na região do Cariri. Por volta das 21 horas o corpo do agricultor Francisco Pereira Lima, de 41 anos, que residia no Sítio Machado na zona rural de Lavras da Mangabeira, foi retirado de dentro de um riacho no Sítio Irapuá daquele município. A polícia foi avisada e uma patrulha esteve no local com o Sargento R. Silva e os Soldados Amorim e Vaguiston adotando as providências.

Segundo familiares, o mesmo havia saído para pescar no riacho por volta das 17 horas e estranharam a demora no retorno de Francisco. O seu irmão Francisco Welton de Lima decidiu ir até o local para saber o que tinha acontecido e se deparou com ele afogado no riacho. Quando a patrulha da PM chegou ao local o corpo do agricultor já tinha sido retirado da água pelos próprios familiares, sendo recolhido pelo rabecão a fim de ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro.

A última morte por afogamento no Cariri tinha acontecido no dia 13 de novembro quando o corpo da doméstica Maria das Neves Furtado de Morais, de 42 anos, foi encontrado boiando dentro de um tanque no quintal de sua casa na Rua José Soares no centro de Mauriti. A polícia soube que a mesma era uma mulher depressiva, tomava remédios controlados e vivia mediante acompanhamento médico.




Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais