Jovem é morto a tiros em Juazeiro e sua mãe baleada deve ficar tetraplégica

Homicídio no Cariri

Cícero Yuri não resistiu à gravidade dos ferimentos e morreu pouco tempo depois no HRC em Juazeiro. - Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Um jovem morreu e sua mãe saiu gravemente ferida após a invasão da residência deles por um homem até o momento não identificado o qual efetuou vários disparos. Os crimes aconteceram por volta das 20 horas desta quarta-feira na Rua Pio Norões (João Cabral) em Juazeiro do Norte. Cícero Yuri Alves Evangelista, de 19, e sua mãe Terezinha Silva Evangelista, de 43 anos, que era conhecida como “Teca”, foram socorridos por populares ao Hospital Regional do Cariri.

O rapaz morreu praticamente ao dar entrada e “Teca”, atingida com um tiro no tórax, foi submetida a uma cirurgia e pode ficar tetraplégica. Patrulhas do Policiamento Ostensivo Geral (POG), Força Tática e RAIO diligenciaram, mas ninguém foi preso. Segundo a polícia, Yuri respondia por crimes de ameaça e violência doméstica e sua mãe era suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas e acusada de um furto em Jardim e outro junto ao Depósito São José no centro de Juazeiro.

Foi o terceiro homicídio de novembro em Juazeiro e o 71º do ano no município ou 78% em relação aos 91 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O último deste ano tinha acontecido no dia 5 de novembro quando Cícero Damião da Silva, de 31 anos, o “Nego Sapeca”, que residia na Rua Vereador Cícero Ribeiro Sobreira (Betolandia), foi morto a tiros na Rua J. Antonio Severino no Loteamento Oasis (Bairro Monsenhor Murilo). Ele foi assassinado por dois homens que fugiram numa moto.




Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório
Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais