Dupla rouba correspondente bancário e um morre ao ser atropelado pelo carro da vítima no Iguatu

Acidente

Dupla rouba correspondente bancário e um morre ao ser atropelado pelo carro da vítima no Iguatu (Foto: Reprodução/ Redes sociais)

O roubo de um correspondente bancário resultou na morte de um assaltante e na prisão de outro. O fato aconteceu por volta das 14h30 desta segunda-feira (4), em Iguatu.

Dois homens pilotando uma moto Bros vermelha, de placa PNM 2532, interceptaram um veículo Ford Ecosport que havia parado no sinal da avenida Perimetral. A dupla se apossou dos R$ 42 mil que o correspondente bancário transportava dentro do carro. Durante a fuga, os homens atiraram em direção ao veículo, mas não acertaram a vítima do assalto.

A dupla foi perseguida pelo correspondente bancário, que abalroou a motocicleta em movimento. Na colisão, um dos assaltantes chegou a óbito no local. De acordo com a polícia, o nome era Tialisson Crispim de Souza, de 22 anos. Tialisson respondia por tentativa de assalto, roubo a banco e outros delitos.

O outro assaltante sofreu ferimentos leves e foi preso por policiais militares no local. Identificado pela polícia como José Cleusivan da Silva, de 40 anos, o homem já respondia por assalto e assalto a banco.

Em depoimento ao delegado Wesley Alves, José Cleusivan revelou que ele e seu comparsa Tialisson estavam monitorando o correspondente bancário e sabiam que no momento da interceptação ele trafegava no automóvel com uma boa quantia em dinheiro. O revólver calibre 38 utilizado pelos assaltantes na ação criminosa foi apreendido com 3 munições deflagradas.

O correspondente bancário também se apresentou na delegacia. O homem prestou depoimento e foi liberado. O delegado entendeu o acontecimento como um ato de legítima defesa.

Fonte Site Miséria Com informações do correspondente Richard Lopes
Texto Sarah Gomes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais