Morre garota que teve moto colhida por caminhão em Barbalha e o pai segue internado

Mortes no Cariri

Moto foi colhida por uma caminhão na estrada Barbalha/Jardim (Foto: Reprodução/ Redes sociais)

A jovem Maria Aparecida de Souza, de 19 anos, não resistiu à gravidade das pancadas na cabeça e morreu às 17 horas de ontem no Hospital Regional do Cariri em Juazeiro. Duas horas antes ela viajava na garupa de uma moto cinquentinha Dafra de cor vermelha pela CE-060 nas imediações do lixão de Barbalha a qual foi abalroada por um caminhão de cor verde, cujo motorista fugiu. A moto era pilotada pelo pai dela José Aparecido de Souza, de 59 anos, residente no bairro Frei Damião em Juazeiro.

Ele segue internado em estado grave na UTI do hospital juazeirense para onde foi socorrido pelo SAMU a exemplo da filha. Por autorização da família, as córneas de Aparecida foram doadas. Um caso semelhante aconteceu nessa mesma rodovia no último dia 13 de setembro e o óbito foi do pai Oton Marculino dos Santos, de 60 anos, que residia no Sítio Riacho do Meio em Barbalha. O seu filho Nael Marculino dos Santos, de 20 anos, pilotava moto e segue internado no HRC.

Outro corpo necropsiado na manhã desta terça-feira na Perícia Forense de Juazeiro foi do jovem agricultor José Wilson da Silva Filho, de 30 anos, que residia no Sítio Carnaubinha dos Camilos na zona rural de Quixelô. Na noite de domingo, ele teve sua moto abalroada por um carro em Iguatu e foi socorrido ao HRC em Juazeiro, onde morreu às 21 horas de ontem em consequência de traumatismo craniano.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais