Homem persegue a esposa em Juazeiro com uma faca para matá-la

Penha em Juazeiro

Fábio quando foi preso há seis anos no Fórum de Juazeiro (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Um crime de feminicídio pode ter sido evitado esta noite por policiais militares em Juazeiro do Norte. Por volta das 20h30min uma patrulha do Policiamento Ostensivo Geral (POG) prendeu Fábio Leite da Fonseca, de 40 anos. Sua companheira Silvani Barbosa Lima, de 37 anos, avisou ter sido perseguida e tratou de correr se refugiando na casa de sua mãe.

Nos contatos feitos por populares para a CIOPS surgiram informações que Fábio estava armado com uma faca e a intenção era matar sua mulher. Ele foi preso pelos PMs em frente à casa da sogra, mas, provavelmente, já tinha se desfeito da arma branca. Contra Fábio existia um mandado de prisão em aberto e o mesmo terminou apresentado na delegacia e, depois, recambiado à cadeia pública de Juazeiro.

Já deste ano tramita procedimento em segredo de justiça na Comarca de Juazeiro. Bem antes, em 1996 e 2000, passou a responder por crimes de contravenção penal. No mês de maio de 2004 foi preso com drogas afirmando que eram para o seu uso pessoal e, em julho de 2012 praticou furto tendo como vítima Lusineide Belém dos Santos. No mês de fevereiro de 2016 Fábio foi indiciado em Inquérito Policial por crime de violência doméstica contra a própria Silvani Barbosa.

Recentemente, no mês de junho, passou a responder outro inquérito por ameaças contra sua própria mãe Zulmira Maria da Silva, de 73 anos, e três irmãs. Uma das prisões de Fábio aconteceu no dia 12 de março de 2013 ao se apresentar no Fórum de Juazeiro. Na época morava no bairro Casas Populares e o juiz mandou prendê-lo, pois deveria ter comparecido uma semana antes e faltou a audiência de instrução criminal.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais