Sargento à paisana evita homicídio em Crato e prende acusado com revólver

Ato heróico

Sargento Vidal estava à paisana e prendeu acusado com arma (Foto: Arquivo pessoal)

Um sargento da Polícia Militar lotado na Companhia de Crato e que já teve a oportunidade de comandar o destacamento de Lavras da Mangabeira evitou um homicídio neste final de semana. Por volta das 15 horas de sábado o Sargento Vidal passava pela Rua 7 de Setembro no Bairro Gizélia Pinheiro, conhecido, também, por Batateiras em Crato, quando se deparou com um atentado à bala.

Mesmo estando à paisana e no seu dia de folga, o militar decidiu partir na direção dos dois homens armados que atiravam na direção de outro. Ele apontou a arma e disse ser policial quando rendeu Sebastião Douglas Domiciano que tinha em seu poder um revólver calibre 32 com quatro munições, sendo duas deflagradas. Este se fazia acompanhar por Jalison Nascimento Evangelista ouvido na Delegacia de Polícia Civil de Crato apenas como testemunha.

A vítima foi identificada como Marcos Antônio Pereira Lima, apelidada por “Marco Fulô” que reside naquele bairro e, segundo o Sargento Vidal, é acusado de três homicídios. Este teria causado o entrevero na tarde de sábado e ainda foi atingido por um dos tiros no braço. Também apresentava algumas escoriações na cabeça, sendo socorrido ao Hospital São Camilo por um motoqueiro amigo seu.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais