Polícia de Assaré prende homem suspeito de matar outro na noite de domingo

Resposta no Cariri

Antonio Roberto tinha em sua casa várias espingardas e ainda tentou fugir (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Pouco mais de dez horas após um homicídio à bala registrado na zona rural de Assaré policiais militares prenderam o principal suspeito do crime. Por volta das 20h30min de domingo o motorista Antonio Saraiva Filho, de 50 anos, foi morto na calçada de sua sogra e na frente de um filho de cinco anos no Sitio Munduri em Assaré. De acordo com as informações iniciais um homem ali chegou numa moto na qual fugiu após efetuar um tiro de espingarda atingindo a vítima no tórax.

Os PMs levantaram informações e chegaram ao nome do agricultor Antonio Roberto da Silva, de 66 anos, residente no Sítio Giribuer distante quase 5 Km em relação ao local do homicídio. A vítima e sua mulher moravam em São Paulo e retornaram recentemente ao município para fixar residência. De acordo com levantamentos feitos, os dois Antonios se envolveram numa discussão acirrada que evoluiu para luta corporal há alguns anos com ameaças de mortes e seria o único entrevero envolvendo a vítima.

Dando continuidade às diligências e, já por volta do meio dia desta segunda-feira, uma patrulha do Destacamento Militar de Assaré com o Cabo Cesário e os Soldados Barbosa e Aluízio – orientados pelo Sargento Gomes – esteve na casa do suspeito o qual ainda tentou fugir. Antonio Roberto correu, mas foi perseguido e alcançado pelos PMs. Na sala da residência do mesmo se depararam com algumas espingardas e deram voz de prisão.

No aprofundamento das buscas, os policiais encontraram várias munições calibre 28 e quis saber sobre a espingarda e era a única que estava às escondidas na residência de uma irmã do agricultor no Sítio São José. Esta teria sido a arma usada no crime e foi apreendida juntamente com outras cinco espingardas tipo socadeira. Antonio Roberto negou envolvimento no crime e foi apresentado na 19ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Crato para responder por posse de armas e ser investigado pelo homicídio.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais