Polícia prende quatro acusados de ameaçar e expulsar pessoas de casa em Iguatu

Organização criminosa

Francisco Ricardo Duarte da Silva, de 21 anos, Lucas Duarte da Silva, de 18 anos, Maria Cassiana do Nascimento Silva, 36 anos e Gerlania Brauna de Souza, de 23 anos, foram presos (Foto: Richard Lopes)

Na manhã desta quinta feira, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu com o apoio de policiais civis de Acopiara e Jucás, deflagraram a operação “Smoke” (fumaça, em inglês), que deu cumprimento a 6 mandados de prisão e de busca e apreensão de envolvidos com o tráfico de drogas e com organizações criminosas que atuavam no bairro Novo Iguatu. Pelo menos 18 policiais civis participaram da operação.

No início do mês de outubro do ano passado, a polícia civil tomou conhecimento de que alguns moradores do bairro Novo Iguatu estavam sendo expulsos de suas residências por alguns indivíduos integrantes de uma organização criminosa com atuação no bairro.

A polícia descobriu a identidade dos suspeitos e tomou conhecimento que eles coagiam, ameaçavam e expulsavam os moradores, caso eles não aceitassem suas práticas ilegais ou denunciassem o fato a polícia. Foi descoberto também que os infratores eram envolvidos com o tráfico de drogas e outros delitos.

Quatro pessoas foram presas. Francisco Ricardo Duarte da Silva, de 21 anos, Lucas Duarte da Silva, de 18 anos, Maria Cassiana do Nascimento Silva, 36 anos, conhecida por Dadá e Gerlania Brauna de Souza, de 23 anos. Dois celulares foram apreendidos.

Os mandados foram cumpridos nos bairros Novo Iguatu e Santo Antônio. O delegado regional Marcos Sandro, disse que Thiago Oliveira Valentim, 33 anos, conhecido por Thiago Fumaça ou Smoke, que é considerado o líder da organização criminosa, já se encontra preso em São Paulo pelo cometimento de outros delitos.

Na operação Smoke, também foi cumprido um mandado de prisão em desfavor de Lioneto da Silva, de 24 anos, que já havia sido preso por latrocínio e é investigado por quase 11 homicídios. Toda operação foi coordenada pelo delegado Marcos Sandro Nazaré de Lira com os delegados Wesley Alves e Raphael Gobbi.

Fonte Site Miséria As informações são do correspondente Richard Lopes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais