“Catatau” acusado de tentar matar criança de 12 anos a tiros em Capistrano é preso em Baturité

Tentativa de homicídio

Deivid dos Santos de Castro, de 24 anos, foi preso pela polícia civil em Baturité (Foto: Richard Lopes)

Na manhã desta sexta-feira (31), policiais civis da delegacia regional de Baturité, realizaram a ´Operação Filho de Jessé´, que resultou na prisão do pedreiro Deivid dos Santos de Castro, de 24 anos, conhecido por Catatau, acusado de atentar contra a vida de Anderson Farias de Oliveira de 20 anos, cujo desfecho foi alvejar a tiros, o irmão de Anderson, uma criança de 12 anos.

A criança foi alvejada a tiros no peito e braço, passando um período internada no IJF, em Fortaleza. A violência aconteceu na localidade de sítio Lú, em janeiro deste ano, no município de Capistrano. Em seguida, Catatau fugiu para a cidade de Sobral, passando alguns meses escondido.

De acordo com o titular da delegacia de Baturité, Joel Moraes e da delegada de Aracoiaba, Paula Sebastião, Catatau confessou o delito, revelando que sua intenção era tirar a vida de Anderson e em razão da criança ter sido posta na frente dele, acabou sendo alvejada.

A motivação da tentativa de homicídio teria sido por vingança, pois Catatau tinha entrado em vias de fato com Anderson e seus amigos, em uma vaquejada no início deste ano em Capistrano.

A delegada de Aracoiaba, Paula Sebastião, já havia pedido a prisão provisória de Catatau, tendo sido deferida pelo poder judiciário, dando início as buscas ao acusado. Deivid dos Santos, se encontra preso na delegacia de Baturité e será encaminhado para o presídio de Itaitinga.

Fonte Site Miséria
Texto As informações são correspondente Richard Lopes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais