Polícia Civil de Icó prende acusado de matar taxista com 15 facadas em Mato Grosso

Latrocínio

Inspetores da 17ª delegacia regional de Polícia Civil de Icó, coordenados pelo delegado George Alexandre Irineu Segundo, prenderam nas últimas horas, na localidade de Cascudo, Ricardo Wagner Ribeiro, de 24 anos, natural de Ourilandia do Norte, no Pará, foragido da justiça de Mato Grosso, que estava com prisão preventiva decretada. A prisão do foragido, só foi possível graças a uma troca de informações da polícia matogrossense com a delegacia de Icó. Daí em diante, policiais civis de Icó, iniciaram diligências que resultaram na prisão de Ricardo Wagner.

Leia também

Ele é acusado de matar com 15 facadas, na madrugada do dia 18 de fevereiro deste ano, em companhia de um indivíduo, o taxista Wilton César de Almeida, de 32 anos, no bairro Edelmina Querubim, na cidade de Nova Matum, para roubar. As portas do táxi estavam abertas e o taxista sem vida do lado de fora. A vítima foi assassinada com facadas no pescoço, costas e peito, e teve o celular subtraído pelos latrocidas.

Após o crime, Ricardo fugiu para o Ceará, sendo localizado no Cascudo de Icó. O celular do taxista roubado, estava com outra pessoa. Ricardo tinha dado a um amigo, que foi conduzido a delegacia de Icó, onde foi submetido pelo delegado George Alexandre, a um Termo Circunstanciado por crime de receptação culposa e foi liberado.

Em depoimento ao delegado, Ricardo delatou seu comparsa do crime em Mato Grosso, que continua foragido. O delinquente revelou ainda que na madrugada do crime, estava bebendo e queria matar o taxista porque estaria sendo ameaçado por ele, e não se recorda se seu comparsa fugiu levando dinheiro da vítima. Ricardo se encontra recolhido na cadeia de Icó, aguardando ser transferido para o Mato Grosso.

Fonte Site Miséria As informações são do correspondente Richard Lopes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais