Acusado de matar sua mulher a facadas em Missão Velha se entrega em Crato

Para cumprir pena

Condenado numa ação penal de competência do júri por homicídio qualificado contra sua própria esposa, o réu Roberto Ítalo Dantas Milfont, de 33 anos, se apresentou por volta das 8 horas da manhã desta segunda-feira ao Delegado Levi Gonçalves Leal na Regional de Polícia Civil em Crato. Ele foi ouvido pela autoridade policial, submetido a exame cautelar na Perícia Forense do Cariri e recambiado à cadeia pública de Juazeiro do Norte.

Na noite do dia 21 de novembro de 2005 ele matou com seis facadas sua companheira Dennyse Wivyiane de Lima, então com 26 anos, na residência do casal na Rua Laudina Leite da Costa, 86 em Missão Velha. Ela trabalhava como assistente social na Prefeitura Municipal e, apesar de três meses apenas, o relacionamento era marcado por conflitos devido ao excessivo ciúme de Roberto. Ele era digitador na Prefeitura de Missão Velha e foi no ambiente de trabalho que se conheceram.

Após o crime, Roberto fugiu e só foi preso semanas depois quando ficou recolhido à cadeia pública de Crato. Posteriormente, o Tribunal do Júri de Missão Velha o condenou a 21 anos de prisão. Entretanto, o acusado recorreu contra a sentença perante o Tribunal de Justiça do Ceará e conquistou o direito de responder em liberdade pelo crime praticado. Todavia a única coisa que conseguiu foi a redução para 16 anos em virtude de algumas atenuantes. Por isso, decidiu se entregar para cumprir a pena.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais