“Operação Labirinto” prende bandidos de facção criminosa que agia na Capital e no Sertão Central do Ceará

Mandatos

Um carro de luxo, R$ 25 mil em espécie, armas e munições, além de diversas prisões. Este foi o resultado da “Operação Labirinto” deflagrada pela Polícia Civil do Ceará nesta quinta-feira (4), em Fortaleza, além de Municípios do Sertão Central. Cerca de 200 agentes – entre delegados e inspetores – deram cumprimento a 133 mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão.

As investigações policiais que desaguaram na “Operação Labirinto” visaram à desarticulação de um “braço” de uma facção criminosa que agia na Capital e nos Municípios de Quixeramobim, Milhã, Canindé, Baturité e Senador Pompeu. Para isso, a Polícia Judiciária contou com o apoio do Ministério Público Estadual (MPE) e da Justiça, que autorizou a quebra de sigilo telefônico dos “cabeças” da organização criminosa.

Coletiva

Ontem, durante o cumprimento das ordens judiciais, foram mobilizadas equipes de delegados, inspetores e também escrivães, além de viaturas dos departamentos de Polícia da Capital (DPC), Metropolitana (DPM), dos Interiores Norte e Sul (DPIs Norte e Sul), de Polícia Especializada (DPE) e Técnico Operacional (DTO).

Na manhã desta sexta-feira (5), a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) deverá realizar uma entrevista coletiva para dar detalhes da operação.




Fonte Site Miséria Com informações do Blog do Fernando Ribeiro

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais