Caçador mata seu afilhado com tiro acidental em Aurora

Disparo acidental

Uma tragédia por volta das 19 horas desta sexta-feira na zona rural de Aurora quando um agricultor matou o seu próprio afilhado como um disparo acidental de espingarda artesanal. O caso aconteceu no Sítio Saco naquele município e teve como vítima o jovem Francisco Antonio de Oliveira Filho, de apenas 18 anos de idade.

Ele saiu para caçar com o seu padrinho José Luiz Araújo da Silva, de 45 anos, também morador da localidade e ambos com espingardas. Num determinado momento ficaram de lados opostos e, provavelmente, Francisco não percebeu devido à escuridão quando atirou e ouviu o grito do afilhado. Imediatamente ele partiu em busca de ajuda e, ao retornar e perceber que o rapaz tinha morrido, fugiu do local.

Este foi o primeiro homicídio deste ano no município de Aurora. O último tinha acontecido no dia 1º de novembro com a morte de Gregório Alves Saraiva, de 44 anos, no Hospital Ignez Andreazza após, no dia anterior, se envolver num entrevero quando foi espancado na Praça do Monsenhor no bairro Araçá. Em meio ao conflito, foi empurrado pelo desafeto e caiu batendo a cabeça no solo sofrendo traumatismo craniano.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais