Suspeito de matar mulher é preso em Orós com revólver e ameaçando populares

Por porte irregular de arma de fogo

Policiais civis e militares de Orós, com o apoio de policiais civis da delegacia regional de Icó, conseguiram prender na tarde de ontem, no sítio estreito, zona rural de Orós, Lucas Francisco da Silva, de 23 anos. Lucas foi preso por porte irregular de arma de fogo, com um revólver calibre 38 e por estar ameaçando pessoas na região.

O delegado de Orós Girlando Pereira, destaca que Lucas já era investigado na morte de Andrelina Sátiro Carlos, que tinha 40 anos, no dia 3 de dezembro de 2017, às 20 horas, na Vila Igarói, na rua das Flores. A mulher foi morta a tiros naquela noite por uma dupla de moto que fugiu.

O delegado Girlando, revelou que Andrelina teria sido morta porque não aceitava o relacionamento de Lucas com sua filha. Nas próximas horas ele estará sendo indiciado pelo feminicídio ocorrido naquele ano e também por porte irregular de arma de fogo e ameaça.

Fonte Site Miséria
Texto As informações são do correspondente Richard Lopes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais