Globo enviou a autoridades comentários ofensivos no BBB

Providências

O apresentador do ´BBB 19´, Tiago Leifert. (Foto: Reprodução/ Terra)

Nesta quinta-feira, 14, Tiago Leifert fez esclarecimentos sobre o envolvimento policial na edição de número 19 do Big Brother Brasil.

Sem mencionar nomes ou situações, o apresentador do BBB 19 deu um recado: “Alguns comentários feitos dentro da casa ofenderam algumas pessoas. Os vídeos contendo as falas que foram consideradas ofensivas foram enviadas às autoridades competentes e estão em avaliação”.

Tiago Leifert, também sem citar a polícia, completou o alerta: “Dependendo do parecer das autoridades, o programa tomará providências, como sempre fez”. A declaração sinaliza que a TV Globo poderia adotar medidas como expulsar participantes do reality, por exemplo.

No último dia 12, delegacia do Rio de Janeiro abriu inquérito para apurar casos de racismo no Big Brother Brasil 19. Apesar dos nomes investigados não terem sido revelados, alguns participantes deram declarações polêmicas que levantam suspeitas.

Há uma semana, Paula disse ter medo de religiões de matriz africana. “Tenho medo do Rodrigo, porque ele fala o tempo todo desse negócio de Oxum [divindade da Umbanda e do Candomblé]. Eu tenho medo disso, mas nosso Deus é maior”, afirmou.

Em um outro momento, Maycon disse ter sentido arrepios ao ver Rodrigo e Gabriela – que são negros – dançando músicas da cultura afro-brasileira numa festa. “Senti um arrepio quando começou a tocar umas músicas esquisitas [de Jorge Aragão]. Comecei a olhar e ouvir umas coisas. Jesus Cristo estava em minha mente, dizendo que se eu fizer igual aos dois, eles vão ganhar mais força”, contou.

Maycon também gerou polêmica na casa ao comentar que já amarrou bombinha em rabo de gato. Além disso, seu colega Diego, numa discussão com Hariany e Paula sobre a orientação sexual de Rodrigo, afirmou não gostar de “gays escandalosos”. O comentário causou reações no Twitter:

No fim de janeiro, Vanderson foi desclassificado do reality show. Ele responde a acusação de estupro e agressão e teve de sair do programa para prestar depoimento em delegacia.

Fonte Terra Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.