Casal foi preso esta manhã em Assaré e responderá por tráfico de drogas e corrupção de menor

Drogas em Juazeiro

“Zé Paulo” ainda tentou fugir ante a chegada dos PMs, mas foi preso com sua companheira Elizanete (Foto: Reprodução)
Um casal foi preso por volta das 11 horas desta terça-feira em Assaré e autuado em flagrante pelo Delegado Bruno Rafael para responder por crime de tráfico de drogas e corrupção de menor. É que Paulo José Nobre, de 28, o “Zé Paulo”, e sua companheira Elizanete Carlos de Oliveira, de 30 anos, estava com [...]

Um casal foi preso por volta das 11 horas desta terça-feira em Assaré e autuado em flagrante pelo Delegado Bruno Rafael para responder por crime de tráfico de drogas e corrupção de menor. É que Paulo José Nobre, de 28, o “Zé Paulo”, e sua companheira Elizanete Carlos de Oliveira, de 30 anos, estava com 88 trouxinhas de maconha e mais a companhia do adolescente de inicias A. R de S., de 13 anos, que ainda tentou fugir com as drogas juntamente com “Zé Paulo”.

As prisões aconteceram na residência do casal na Rua Raimundo Mendes Rates (Bairro Parque de Vaquejada) em Assaré, onde esteve uma patrulha comandada pelo Sargento Bandeira e o apoio do Sargento Lima e os Soldados Deivid, Barbosa e Palmeira. Contra “Zé Paulo” existia um mandão de prisão preventiva em aberto e ele era considerado foragido. O mesmo tem várias passagens pela polícia e já foi interno da Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) durante três anos.

No ano de 2005 “Zé Paulo” ainda era menor de idade quando praticou crimes de furto e lesão corporal. Já em julho de 2014 foi acusado de crime de violência doméstica por Raiane Gomes da Silva e, em junho de 2015, investigado por crime de receptação qualificada o qual teve como vítima Cícero Augusto Lima. Cerca de um ano depois passou a responder a sua primeira ação penal por crime de tráfico de drogas junto a Comarca de Assaré.

Em dezembro de 2016 “Zé Paulo” tentou matar Rafael Ferreira de Moura quando foi indiciado em Inquérito juntamente com Emanuel William da Costa Silva. Já em maio de 2017 foi indiciado por assalto em Assaré tendo como vítima Antonio Belo de Sousa e a ação penal cita ainda os irmãos Pedro e José Cesário de Sousa na condição de acusados. Já neste mês de janeiro, o mesmo foi acusado de participação numa “noitada de terror” em Assaré com ameaças, danos materiais e disparos de arma de fogo.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais