Polícia prende mais quatro em Juazeiro e Tarrafas e apreende boa quantidade de drogas

Drogas no Cariri

Polícia evitou que novo “rebolo” de drogas chegasse aos detentos da PIRC e, também em Juazeiro, João Raimundo e Isaac Pereira foram presos com drogas e dinheiro no bairro João Cabral (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

Novas operações de combate ao tráfico de drogas resultaram nas prisões de mais quatro pessoas neste final de semana nos municípios de Juazeiro do Norte e Tarrafas. No primeiro momento, policiais militares impediram que mais um “rebolo” com substâncias entorpecentes fosse parar nas mãos de detentos da Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) em Juazeiro. Nos pacotes, boa quantidade de cocaína e maconha.

Já às 19h30min, ainda de sexta-feira uma patrulha do Destacamento de Tarrafas com o Sargento Inácio, o Cabo Fernandes e o Soldado Célio esteve no bairro Bulandeira onde prendeu Francileide Gonçalves do Nascimento, de 25 anos, residente na Rua Santa Quitéria, 100 (Frei Damião) em Juazeiro. Contra a mesma os PMs descobriram um Mandado de Prisão em aberto e ela tinha em seu poder uma balança de precisão e certa quantidade de cocaína. A jovem já responde por falsidade ideológica e tráfico de drogas

Cerca de quatro horas depois, porém na Rua das Flores (João Cabral) em Juazeiro patrulhas do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e Força Tática comandadas pelos Sargentos Alcântara e Cláudio prendeu dois jovens e apreendeu o adolescente de iniciais P. W. N., de 16 anos, ouvido como testemunha. O trio estava com certa quantidade de drogas, um celular, uma câmera fotográfica digital, dois cartões da Caixa Econômica Federal e mais R$ 530,00 em dinheiro.

Na Delegacia Regional de Polícia Civil foram autuados em flagrante João Raimundo Nonato Brito Santos, de 24, e Isaac Pereira da Silva, de 19 anos. O primeiro responde por crime de trânsito em 2014 e foi preso assaltando no dia 7 de março de 2013 juntamente com um menor. João foi localizado na Rua do Seminário (Centro) e seu comparsa “Galeguinho” na Rua Terezinha Félix (Pirajá) com os celulares que tinham tomado de duas garotas. Em maio de 2016 voltou a ser preso após novo assalto.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.