Guardas feitos reféns na Prefeitura de Juazeiro e bando arromba caixa eletrônico

Assalto em Juazeiro

Prefeitura está isolada para o trabalha pericial da Polícia Federal (Foto: Delton Sá)

Dois guardas municipais foram feitos reféns na Prefeitura de Juazeiro do Norte enquanto quatro homens arrombaram e levaram todo o dinheiro do caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal no dia do pagamento dos servidores municipais referente ao mês de agosto. Os GCMs Josimar Correia dos Santos e Ricardo Cardoso Alves estavam de plantão no interior do prédio quando, por volta das 22 horas desta quinta-feira, um homem chegou batendo a porta do Palácio José Geraldo da Cruz no centro da cidade.

Eles foram atender sem abrirem o portão, mas terminaram surpreendidos por mais dois homens armados com pistolas subindo as escadas provenientes da área de estacionamento. Estes tinham ficado às escondidas, provavelmente na garagem, ainda durante o expediente e o GCM Josimar disse que todo o prédio foi fechado às 18 horas como de costume. A dupla que estava no interior rendeu ele e seu colega amarrando-os e, depois, abriram o portão para o outro acusado adentrar.

Com os guardas já feitos reféns, abriram o portão da garagem quando um veículo entrou levando os equipamentos com os quais arrombariam o caixa para recolherem o dinheiro. Outro homem ficou esperando no veículo dando o apoio logístico aos três colegas que agiam no interior do prédio da prefeitura. Antes de levarem os GCMs amarrados para outro cômodo procuraram saber se estes tinham armas e ouviram um não como resposta.

O assaltante encapuzado e de sotaque pernambucano tratou de tranquilizá-los mesmo fotografando-os dizendo que levariam apenas o dinheiro, mas proferindo ameaças aos guardas caso expusessem suas imagens. De acordo com os GCMs, eles falavam ao telefone quase o tempo todo dando a entender que existiam outros comparsas nos arredores do prédio.

O bando deixou o local por volta de uma hora da madrugada já desta sexta-feira e, somente cerca de meia hora depois, os guardas conseguiram romper as amarras quando acionaram a polícia. Imagens de câmeras de segurança da própria prefeitura e de prédios no entorno vão ser requisitadas para análise pelos agentes da Polícia Federal que investigarão o assalto. Por enquanto o Palácio José Geraldo da Cruz está isolado.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.