Caminhoneiro cratense que trabalhava para empresa de Juazeiro morreu num acidente em Aiuaba

Sepultamento hoje

Acidente que matou Wedson foi à tarde e o caminhão que dirigia só guinchado no início da noite (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O caminhoneiro Wedson Pereira Lima Nascimento, de 30 anos, que residia na Rua Maria Clotilde da Conceição, 197 (Bairro Muriti) em Crato, morreu na tarde desta segunda-feira em consequência de um acidente de trânsito. Ele trabalhava para uma empresa de Juazeiro do Norte e dirigia um caminhão tipo caçamba pela CE-176 conduzindo uma carga com seis toneladas de asfalto na direção de Parambu o qual apresentou pane no sistema de frenagem na chamada Ladeira da Timbaúba.

O veículo tombou a uma distância média de 5 Km para o centro de Aiuaba e Wedson ficou preso às ferragens quando militares do Corpo de Bombeiros de Tauá estiveram no local. A operação foi demorada e o corpo só foi retirado após o guincho do caminhão que praticamente ficou sobre a vítima que terminou necropsiada na Perícia Forense de Tauá. O trecho onde o acidente aconteceu é bastante conhecido por conta dos inúmeros acidentes com vítimas fatais.

LAVRAS DA MANGABEIRA – Já por volta das 17 horas desta segunda-feira houve um acidente na BR-230 perto do Sítio Carnaubinha em Lavras da Mangabeira. Segundo testemunhas, Ana Paula Oliveira da Silva, de 42 anos, dirigia seu veículo Hyundai Creta de cor preta e placas de Cedro, quando colidiu na traseira de um Fiat Strada de cor preta e placas OCO-7212, inscrição de Lavras. Este era dirigido pelo aposentado Neydbson de Sousa Pedrosa, de 69, o qual sofreu lesões na cabeça, braços e nas costas a exemplo do passageiro Vicente Férrer Félix de Oliveira, de 51 anos.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.