Polícia prende pedreiro e mototaxista acusados do tráfico de drogas em Barro

Drogas no Cariri

Bilunga e Tiago foram presos em Barro (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Uma operação de combate ao tráfico de drogas na tarde desta quinta-feira resultou nas prisões de dois jovens com substâncias entorpecentes no município de Barro. O mototaxista Tiago Evangelista da Silva, de 29, e o pedreiro Carlos Augusto dos Santos, de 22 anos, apelidado por “Bilunga”, e residentes no bairro Gangorra, vão responder procedimentos por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores.

A Polícia Militar já vinha monitorando os passos de Bilunga e Tiago diante das informações anônimas recebidas que estariam praticando tais crimes naquele bairro da cidade. De acordo com as averiguações, o Tiago seria o responsável pela distribuição da droga no que contava com a ajuda de três adolescentes conhecidos por “Fantica”, “Diego” e “Huguinho”.

Por volta das 13 horas de ontem, Tiago e “Bilunga” foram interceptados numa moto Honda Titan de cor azul e placa BUB-4590 com duas trouxinhas de maconha e certa quantia em dinheiro. No bairro Gangorra, “Fantica” apontou sob umas pedras outras trouxinhas de maconha e três pedras de crack afirmando que ali estava vendendo as substâncias entorpecentes que pertenciam a Tiago.

Drogas e dinheiro apreendidos em poder da dupla na tarde de ontem em Barro (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Foram apreendidas 10 trouxinhas de maconha, três pedras de crack, sacos usados para embalar drogas e R$ 108,00 em dinheiro, sendo a maioria cédulas de pequeno valor. A PM recolheu ainda a moto supostamente usada nas entregas. Acusados e drogas foram levados à Delegacia de Polícia Civil de Aurora pelos Sargentos Ferreira e Marcelino, o Cabo Luiz e Soldados Rodrigues e Júnior. Segundo a polícia, Tiago chegou recentemente de São Paulo e seria membro do PCC (Primeiro Comando da Capital).

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.