Morre em hospital de Barbalha homem que caiu de uma carga de lenha naquela cidade

Fogueira de são João

Corpo de “Chuchu” será sepultado esta tarde em Barbalha (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O operário Francisco Hernandes de Barros, de 42 anos, morreu por volta das 17 horas desta quarta-feira em um dos leitos do Hospital Santo Antonio de Barbalha em virtude de traumatismo craniano. O mesmo residia no Sítio Barro Vermelho na zona rural de Barbalha e estava internado desde o dia 23 de junho após cair de uma carga de lenha transportada numa caminhonete D-20 batendo com a cabeça na estrada.

“Chuchu”, como era amplamente conhecido, terminou socorrido às pressas ao hospital, porém faleceu onze dias depois em virtude do agravamento do seu quadro clínico. No dia do acidente ele seguia para montar uma fogueira destinada aos folguedos da noite junina na localidade onde morava. Quando o seu amigo e motorista viu que o mesmo tinha caído do carro tratou de socorrê-lo imediatamente.

Por volta das 20 horas desta quinta-feira o corpo foi recolhido pelo rabecão e, esta manhã, será necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro. Logo depois, o velório de “Chuchu” na casa dos pais no Sítio Barro Vermelho perto da Indústria IBK com sepultamento previsto para a tarde de hoje. Durante muito tempo, ele trabalhou na Cajuína São Geraldo em Juazeiro e, ultimamente, era vendedor na Granja Regina.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.