Tiros no matadouro de Icó mata fiscal, deixa comerciante ferido e um cachorro morto

Atingido pelas costas

Arleudo Costa era fiscal do matadouro público de Icó e foi morto enquanto trabalhava (Foto: Reprodução/Richard Lopes)

Arleudo Costa Pastor, de 60 anos, foi morto a tiros na manhã desta sexta-feira (22), no município de Icó. A vítima foi surpreendida por pelo menos dois homens armados que chegaram atirando pelas costas.

A vítima era fiscal do matadouro público de Icó e foi morto enquanto trabalhava. Arleudo Costa foi atingido nas costas por vários tiros disparados por pelo menos dois homens ainda não identificados.

O comerciante José Naldo Bezerra, que estava no local no momento do crime, foi atingido por estilhaços na perna e socorrido para o Hospital Regional de Icó.

Um cachorro, que perambulava pelas proximidades do matadouro público, também foi morto pelos criminosos.

Equipes da Polícia Militar e Civil estiveram no local e buscam informações sobre a autoria e a motivação do crime. Os primeiros levantamentos apontam que os criminosos teriam fugido em um carro de cor preta.

O corpo de Arleudo Costa foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), no município de Iguatu.

Fonte Site Miséria Com informações do correspondente Richard Lopes

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.