Ameaças e tentativas de homicídios à faca em Juazeiro, Lavras da Mangabeira e Salitre

Atentados no Cariri

Imagem Ilustrativa (Foto: Arquivo/Agência Miséria)

O plantão policial dos últimos dias registrou casos de atentados à faca e ameaças com armas brancas nos municípios de Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira e Salitre. Por volta das 15 horas de sábado, no cruzamento da Rua José de Alencar com a Avenida da Chesf (João Cabral) em Juazeiro, Eduardo Moreira, de 33 anos, residente na Rua São Damião (Santa Tereza), foi lesionado com várias facadas na cabeça desfechadas por sua companheira e os irmãos dela os quais fugiram.

Ele responde por crime de lesão corporal e foi socorrido pelo SAMU ao Hospital Regional do Cariri. No mesmo horário, porém no Sitio Bom Jesus em Várzea Alegre, uma mulher foi lesionada no supercílio esquerdo e apresentava escoriações pelo corpo e hematomas. Ela disse que estava no forró de um hotel perto do mercado central quando “Baixinho” lhe ofereceu uma cerveja e a convidou para acompanhá-lo até o sítio onde sofreu as agressões chegando a amarrá-la com seus próprios cabelos e fugiu.

Dias antes a polícia de Salitre prendeu o aposentado José Lourencio da Silva, de 68 anos, residente na Travessa São José Bairro Alto Alegre. O mesmo estava em um bar e, momento antes, tinha corrido atrás de uma mulher com uma faca na Rua Francisco Sales daquele bairro para matá-la. Segundo ele, Maria Alves de Souza, de 71 anos, seria “macumbeira” e teria feito um despacho contra o mesmo. A aposentada saiu correndo e adentrou uma casa quando escapou.

No dia seguinte, igualmente em Salitre, uma patrulha do Destacamento Militar prendeu Humberto Leite de Alencar, que responde a uma tentativa de homicídio à faca na Comarca de Vila Rica (MT). Denúncias anônimas passadas para a polícia apontaram que o mesmo era foragido da justiça e estava na casa de uma irmã na Rua 101 do bairro Populares em Salitre aonde chegou na semana passada.

Já às 20 horas ainda de sexta-feira a polícia de Lavras da Mangabeira soube que o menor de iniciais J. C. A., de 17 anos, estava armado com uma faca e teria invadido uma casa procurando uma pessoa para matar. Além de invadir a residência, o adolescente teria proferido ameaças e danificado móveis. Uma patrulha do destacamento militar de Lavras foi ao local e apreendeu o menor, porém este já não estava mais com a faca chegando a agredir os PMs.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.