Após sofrer dois atentados, “Riquinho” foi assassinado esta madrugada em Crato

Homicídio em Crato

“Riquinho” foi morto a tiros no início desta madrugada em Crato (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O ex-presidiário Luiz Fernando dos Santos Honório, de 19 anos, o “Riquinho” que residia na Rua Poeta Mário Quintana (Bairro Alto da Penha), foi morto a tiros aos 40 minutos da madrugada deste sábado na Rua Padre Ibiapina daquele bairro. Segundo testemunhas, dois homens se aproximaram dele numa moto e já foram atirando sem qualquer discussão matando o jovem que respondia procedimentos por tráfico de drogas, assaltos e porte de arma de fogo.

Em outubro de 2017 “Riquinho” foi socorrido ao Hospital São Camilo após ser lesionado com facadas no ombro e nas costas quando se encontrava na Encosta do Seminário. Mais recentemente, no dia 10 de janeiro, ele foi baleado dentro de sua casa quando morava na Rua José Anderson Siebra no bairro Mutirão. No imóvel, chegaram duas pessoas numa moto Honda Bros de cor vermelha e o garupeiro se aproximou da janela e efetuando os disparos lesionando “Riquinho” no antebraço direito.

Quando ainda era menor de idade, no dia 28 de julho de 2016, na Rua Carolino Sucupira (Bairro Pimenta) em Crato, roubou os celulares e dinheiro de duas garotas de 19 e 20 anos junto com outros cinco adolescentes e todos apreendidos por uma equipe do RAIO com um revólver calibre e um simulacro. Entretanto, o Auto de Infração por assalto a mão armada foi entregue na 2ª Vara Cível de Crato indiciando apenas três menores e cita ainda a lesão corporal contra Danúbio Pereira Gomes na mesma ação.

Este foi o segundo homicídio do mês de junho em Crato e o 21º do ano no município ou 34,4% em relação aos 61 assassinatos registrados no decorrer do ano passado. O outro deste mês de junho tinha acontecido no dia 1º no Sítio Belmonte, onde quatro homens armados, usando coletes à prova de balas e se passando por policiais mataram Graziano Sampaio da Silva, de 21 anos, dentro de sua casa. A vítima respondia procedimento por crime de lesão corporal.

Nos últimos nove dias foram registrados 13 homicídios na região do Cariri, sendo nove em Juazeiro e os demais em Missão Velha, Campos Sales, Caririaçu e Crato no caso o desta madrugada. Antes de “Riquinho”, tinham sido assassinados no Cariri:

SEXTA-FEIRA

João Nicolau do Nascimento Filho, de 44 anos, morto com um tiro em Missão Velha.

SÁBADO

Cassiano Pereira da Silva, de 36 anos, morto a tiros em Juazeiro

DOMINGO

Francisco Dionaldo Alves de Sousa, de 39 anos, morto a tiros em Campos Sales.

Francisco Venicius da Silva Bezerra, de 22 anos, morto com um tiro em Juazeiro.

SEGUNDA-FEIRA

José Marcondes Pereira dos Santos, de 25 anos, foi morto a tiros em Juazeiro

QUARTA-FEIRA

Evandro Tomaz de Lima, de 18 anos, morto a tiros em Juazeiro

QUINTA-FEIRA

João Evangelista da Silva, de 44 anos, morto a tiros em Caririaçu

Francisco Felipe Pinheiro Matias, de 21 anos, morto a tiros em Juazeiro

SEXTA-FEIRA

Adriano Cavalcanti da Silva, de 24 anos, morto a tiros em Juazeiro

Josué de Lima da Silva José, de 25 anos, morto a tiros em Juazeiro

Cleilson Barbosa Rodrigues, de 17 anos, o “Bebê”, morto a tiros em Juazeiro

José Geraldo da Silva Júnior, de 18 anos, o “Juninho”, morto a tiros em Juazeiro.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.