Jovem acusado de crimes em Juazeiro foi vítima de tentativa de homicídio na madrugada

Balas trocadas?

Tentativa de homicídio foi registrada na madrugada desta sexta-feira em Juazeiro do Norte (Foto: Arquivo/Agência Miséria)

Uma tentativa de homicídio foi registrada por volta das quatro horas da madrugada desta sexta-feira em Juazeiro do Norte. O jovem José Marcondes Pereira dos Santos, de 25 anos, apelidado por “Dimenor” estava gritando em um matagal na Avenida Carlos Cruz (Pedrinhas) momentos após estampidos de arma de fogo. Imediatamente uma ambulância do SAMU e militares do Policiamento Ostensivo Geral (POG) chegaram ao local.

A vítima apresentava uma fratura na perna esquerda em função de um tiro, bem como lesões na perna direita e na cabeça. O mesmo terminou socorrido ao Hospital Regional do Cariri e a polícia investiga um suposto liame entre essa tentativa de homicídio e o atentado à bala contra o jovem conhecido por “Romário de Lela” no bairro Frei Damião. “Dimenor responde dois procedimentos por furtos em Juazeiro e outro em Missão Velha.

AMEAÇAS – Já nos últimos dias a polícia registrou três casos de ameaças em Várzea Alegre, Campos Sales e Juazeiro. Na primeira cidade, a polícia prendeu os agricultores Paulo Henrique Furtado de Sousa, de 22, e Willis da Silva Meneses, de 24 anos, causando desordens e ameaçando servidores do Hospital São Raimundo. Um deles estava armado com um punhal e até partiu na direção aos policiais com ameças e insultos.

Já em Campos Sales Francisco Márcio da Silva, de 23 anos, residente na Rua do Cemitério, estava com uma arma de fogo no Bar da Bohemia ameaçando Sebastião da Silva Araújo, o “Netinho”, dono do bar que funciona em frente. Ele foi preso depois no Bar do Raimundo no Sítio Caldeirão e já ameaçando matar o cozinheiro Lisnailton Pereira Feitosa, de 29 anos, residente no bairro Barragem. Na abordagem, ainda desacatou os PMs chamando-os de “policiais merdas”, mas a arma não foi encontrada.

Enquanto isso, no bairro Triângulo em Juazeiro, a equipe RAIO 04 foi até lá por conta de uma denúncia de crime de perturbação ao sossego público feita por Antonio Souza, de 39 anos. É que o seu vizinho Francisco Silva Oliveira, de 48 anos, estava com o som do seu veículo Gol cor branca e placas de Crato em alto volume. Os PMs pediram para que baixasse e o acusado se negou a fazê-lo e ainda partiu na direção do vizinho proferindo ameaças. O som foi apreendido e ambos levados à delegacia.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.