Exclusivo! Acusado de matar o seu próprio primo foi morto a tiros esta manhã em Barro no Cariri

Homicídio no Cariri

Sebastião quando foi preso armado em março de 2015 perto de sua casa (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Após 26 dias de tranquilidade um novo homicídio foi registrado no município de Barro. Por volta das 07h30min o ex-presidiário Sebastião Salmito Ferreira dos Santos, de 33 anos, que residia na Rua Joaquim Ferreira (Bairro Trajano Nogueira), foi executado a tiros. Ele cumpria pena alternativa determinada pela justiça prestando serviços à comunidade no Hospital Santo Antonio de Barro desde junho de 2016 e foi atocaiado sendo morto alguns metros antes de chegar ao local de trabalho.

A polícia foi avisada e uma patrulha do Destacamento de Barro esteve no local, mas não conseguiu informações sobre a autoria delitiva já que as pessoas disseram ter ouvido apenas estampidos de arma de fogo. Sebastião trabalhou como motorista e respondia Ação Penal de Competência do Júri por ter matado a tiros o seu próprio primo João Pereira do Nascimento Neto, de 37 anos, o “João do Lixo” na noite do dia 8 de outubro de 2010.

www.zoomproperty.com

A vítima residia na Rua Maria Minelvina no mesmo bairro Trajano Nogueira de onde Sebastião fugiu e foi morar em Guarulhos (SP) em cuja comarca respondia ação de pensão alimentícia quando retornou ao Cariri. Na noite do dia 20 de março de 2015 foi preso perto de sua casa e na garupa de uma moto com placa de Americana (SP). Ele estava com um revólver calibre 38 tendo três cartuchos intactos, enquanto o piloto Cícero Batista da Silva se encontrava com um papelote de maconha no bolso.

Este foi o segundo homicídio do mês de abril em Barro e o terceiro de 2018 no município ou a mesma quantidade em relação aos três assassinatos do ano passado registrados nos meses de fevereiro, agosto e novembro. O outro deste mês de abril tinha ocorrido no dia 2 na Rua Alaide Feitosa perto do Posto de Combustível Patagônia onde o detento Ricardo Moreira dos Santos, de 26 anos, o “Caveirão”, foi morto a tiros quando seguia para sua casa após o pernoite na cadeia pública de Barro.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.