Nordeste se destaca como região com mais internet de alta velocidade

Pesquisa

(Foto: Reprodução/Terra)

O Nordeste é, atualmente, a região brasileira com mais dados de internet de alta velocidade no Brasil. Os Estados de Alagoas, Sergipe, Bahia, Pernambuco e Tocantins (região Norte) são os que abrigam as 300 cidades que mais receberam redes de fibra óptica em 2017, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações.

Ainda de acordo com a Anatel, quem fica para trás são os Estados do Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Amazonas e Minas Gerais, apresentando as maiores deficiências de infraestrutura de todo o País.

São cerca de 39,1 milhões de residências que contam com acesso à internet banda larga fixa ou móvel atualmente, mas 11,6 milhões ainda não desfrutam deste direito.

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em parceria com a Anatel, mostram que, no Brasil, somente 3.452 cidades possuem internet de fibra óptica. Quando o assunto é internet via rádio, apenas 2.085 cidades contam com a tecnologia, enquanto 32 municípios usam o serviço de satélite. Grande parte das cidades, no entanto, conta com infraestrutura precária, recebendo velocidades que não ultrapassam 10 Mbps.

Provedores regionais

O governo pretende, em até 10 anos, oferecer novas políticas de banda larga, como provedores regionais, operadoras e ONGs para ampliar o acesso à internet por diferentes formas. Para Eduardo Parajo, presidente da Abranet (Associação Brasileira de Internet), o que vem trazendo o acesso da população à internet são os provedores regionais. “Isso acontece no Centro-Oeste, Norte, Nordeste ou no extremo sul da cidade de São Paulo.

Com a ajuda dos provedores regionais, cidades com poucos habitantes recebem internet via rádio, migrando gradualmente para fibra óptica. O segmento está em constante crescimento e movimenta cerca de R$ 5 bilhões na economia brasileira.

Futuro e investimento

As operadoras já anunciaram que pretendem focar na ampliação da oferta de conectividade de alta qualidade. A Vivo deve investir R$ 24 bilhões em banda larga até 2019; a Tim, R$ 12 bilhões no mesmo período; e a Oi já investiu R$ 3,8 bilhões entre janeiro e setembro deste ano.

O programa Internet para Todos deve beneficiar, a partir de 2018, cerca de 40 mil unidades públicas em 500 cidades brasileiras, com investimentos em conexão via satélite.

Fonte Terra Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.