Prefeito com suspeita de Alzheimer confunde número de filhos em declaração, diz MPPB

Paraíba

Cosme Gonçalves de Farias é prefeito da cidade de São João do Cariri, na Paraíba (Foto: Divulgação/TSE)

Ao ser ouvido pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB), o prefeito da cidade de São João do Cariri, Cosme Gonçalves de Farias (DEM), 62 anos, ficou confuso ao responder número de filhos que tinha. O questionamento foi feito pelo promotor de justiça José Bezerra Diniz, que solicitou que ele faça exames que comprovem sua sanidade mental. O próprio gestor reconheceu que está sofrendo oscilações de memória.

O procedimento do Ministério Público foi aberto depois que uma moradora da cidade protocolou uma notícia de fato, informando que o prefeito da cidade estaria sofrendo um quadro de Alzheimer e que, pelas complicações da doença, a gestão do município estaria sendo mediada por parentes do prefeito.

Na última sexta-feira (12), o prefeito foi chamado pelo promotor de justiça e compareceu ao Ministério Público. Em sua declaração, o prefeito disse que “repudia os fatos noticiados, que não passam de boados de rua e fofocas; que realmente ficou abatido emocionalmente e sentimentalmente, pela perda de sua mãe”. Ele também negou estivesse delegando atribuição da gestão executiva a outras pessoas.

Durante a conversa, o promotor fez algumas perguntas ao prefeito, como o endereço do local onde ele trabalhava e o dia da festa da padroeira da cidade. Parte das perguntas foi respondida corretamente. Entretanto, ao falar sobre os filhos, o prefeito teria dito inicialmente que tinha três filhos homens, mas depois disse que era pai de um casal (um homem e uma mulher).

A reportagem não conseguiu falar com o prefeito da cidade. O advogado Mizael Fernandes, que representa o prefeito, disse que a informação de que ele está com Alzheimer não é verdadeira e que a saúde mental dele está em perfeitas condições.

Sobre a divergência ao falar sobre a quantidade de filhos que tem, o advogado explicou que o prefeito tem filhos que são fruto de relacionamento extraconjugal e, como estava diante do representante do Ministério Público, não quis omitir a existência de outros filhos. Apesar disso, o advogado também não soube informar quantos filhos o prefeito tem e quantos são homens ou mulheres.

Diante da declaração, e para apurar se o prefeito está com a saúde mental comprometida, o MPBB fez recomendações. Segundo o MPPB, o prefeito “se comprometeu de se submeter a exames médicos mais específicos, a respeito do seu esquecimento, pois reconhece que sua memória anda oscilando”. O prefeito terá o prazo de 20 dias para apresentar os laudos médicos.

Entenda o caso

O promotor José Bezerra Diniz abriu um procedimento para apurar condição de sanidade mental do prefeito da cidade São João do Cariri, Cosme Gonçalves de Farias, por suspeita de que ele esteja com doença de Alzheimer.

Segundo a representação, o prefeito estaria em um quadro da doença, no qual estaria sem condições mentais de gerir o município, e que administração estaria sendo mediada pela esposa e filhos. Também há relato de casos em que o prefeito já teria se perdido ao sair de casa sozinho e que não reconhece mais as pessoas que convivem com ele há décadas no município.

Fonte G1 PB Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.