Acusado de matar amante pra não acabar o casamento em Missão Velha segue foragido da PIRC

Foragidos da PIRC

Ismael foi um dos detentos que fugiram da PIRC em Juazeiro (Foto: Arquivo/Agência Miséria)

Dos 25 internos que fugiram da Penitenciária Industrial e Regional do Cariri (PIRC) em Juazeiro do Norte, no último dia 19 de junho, quatro ainda estão por serem recapturados. São eles: Damião Milton Xavier Alexandre, Renan de Souza Gomes Vidal, Dioclínio Ricardo Paulino Gomes e Ismael Pereira Gomes.

Já na madrugada do dia 24 de outubro, também do ano passado, outros três conseguir fugir igualmente por meio de buracos. Destes, nenhum foi recapturado no caso Tarciano Sousa Silva, de 40, o “Nego Tarso” que mora em Juazeiro; Francisco Lopes Justino, de 37, o “Chico Justino” da região Centro Sul e Carlos César Gonçalo de Freitas, de 44 anos, que reside em Caririaçu.

Dentre os oito foragidos um deles é o crediarista Ismael Pereira Gomes, de 29 anos, acusado de ter matado sua ex-amante Claudiana Custódio dos Santos, de 18 anos, que faleceu no dia 11 de junho de 2012 no Hospital Santo Antonio de Barbalha. Ela não resistiu à gravidade dos ferimentos causados por dois tiros na cabeça e no abdômen efetuados por Ismael na noite do dia anterior.

O crime aconteceu na Rua Antônio Augusto Parente, 222 (Vila Matadouro) em Missão Velha. A garota morava na Rua José Dantas, no centro da cidade, mas se encontrava hospedada na residência de um casal igualmente atingido por disparos. Maria Zildene Gomes de Lima, então com 39, foi lesionada com um tiro na perna e seu esposo Genival Vital dos Santos, de 49 anos, terminou atingido no abdômen.

Os dois escaparam após alguns dias internados no Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha para onde foram socorridos. Na época, Ismael residia na Rua Casimiro Alves de Barros (Bairro Casas Populares) em Missão Velha e fugiu. A polícia tomou conhecimento que Claudiana vinha fazendo ligações para a esposa dele contando do romance anterior com o mesmo e, supostamente, tentando provocar a separação do casal.

Na noite de um domingo, dia 10 de junho de 2012, o rapaz se armou com um revólver para matar a ex e, provavelmente, atirou no casal como queima de arquivo. Ele chegou a se apresentar semanas depois e ficou preso por força de mandado judicial. Todavia, fugiu da cadeia de Missão Velha no dia 14 de junho de 2013 se aproveitando de um momento de distração do agente penitenciário para fugir.

O mesmo estava no banho de sol quando subiu numa cadeira, pulou o muro e saiu correndo. Na época, surgiram informações que uma irmã de Ismael teria dado apoio na fuga com uma motocicleta. Depois, Ismael voltou a ser preso para responder pelos crimes de tentativas de assassinatos e homicídio duplamente qualificado quando terminou condenado e recambiado para a Penitenciária de Juazeiro de onde fugiu no ano passado.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais