Preso homem que matou sua mulher de 16 anos em Missão Velha e tentou o suicídio

Refugiado em Exu (PE)

Mauro é acusado de matar sua companheira de apenas 16 anos em Missão Velha (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Policiais civis da Delegacia de Missão Velha cumpriram Mandado de Prisão Preventiva recolhendo à cadeia pública um homem acusado de matar sua companheira de apenas 16 anos. Segundo o Delegado Marcos Antonio dos Santos, o réu Antonio Mauro Pereira, de 42 anos, estava refugiado no município de Exu (PE) e, ao mesmo, foi apresentado o mandado expedido pelo Juiz da Comarca de Missão Velha, Ângelo Bianco Vettorazzi.

Na madrugada do dia 24 de agosto de 2010 e por motivos passionais ele matou sua mulher Maria Lucivania da Silva, de 16 anos, dentro de casa no Sitio Passagem de Pedra em Missão Velha. Antonio Mauro desfechou um profundo golpe de faca no peito esquerdo da adolescente e tentou o suicídio. Ela estava sendo conduzida às presas por seu pai ao Hospital São Vicente de Paulo de Barbalha, mas morreu a caminho. Pouco depois, o acusado deu entrada naquele hospital com duas perfurações à faca no peito.

Antonio Mauro no momento em que chegava à Delegacia de Missão Velha para ser apresentado ao Delegado Marcos Antonio (Foto: Reprodução/Redes sociais)

Ele morava no Sítio Santana na zona rural de Barbalha e confessou a autoria do crime, ficando sob escolta da polícia. Semanas antes, Lucivania tinha feito um BO na Delegacia de Missão Velha denunciando o companheiro por ameaças. Mauro havia se separado da primeira mulher – com quem teve um filho – para ficar com a adolescente a qual terminou matando.

Ele conseguiu fugir e era um homem procurado pela polícia já que respondia, também, uma Ação Penal de Competência do Júri na Comarca de Barbalha por tentativa de homicídio contra Miguel José Cavalcante. Antonio Mauro estava foragido desde 2010 até a polícia de Missão Velha descobrir que o mesmo vinha trabalhando como pedreiro em Exu. Agora, encontra-se recolhido à cadeia pública de Missão Velha à disposição da justiça.

Fonte Site Miséria
Texto Demontier Tenório

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.