Governo diminui estimativa do salário mínimo para R$ 1.031 em 2020

Corrigido apenas pela inflação

Salário mínimo de 2020 será apenas corrigido pela inflação, sem ganho real (Reprodução)

O governo federal encolheu para 1.031,00 reais a previsão de salário mínimo para o ano que vem. O anúncio foi feito pelo secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, nesta terça-feira, 26. O valor corresponde apenas a correção da inflação, sem ganhos reais, como aconteceu nos últimos anos. Em agosto, quando o projeto de lei do Orçamento Geral da União foi divulgado pela primeira vez, a expectativa era que o mínimo atingisse 1.039,00 reais 8,00 reais a mais que a atual previsão.

Segundo Rodrigues, a correção foi feita com base na redução da estimativa para a inflação, que caiu de 4% para 3,5%. O reajuste foi feito levando em consideração o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) para o próximo ano. A previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como índice oficial de inflação, caiu de 3,9% para 3,5%.

Atualmente, o piso nacional é de 998,00 reais. Apesar de não apresentar ganho real, acima da inflação, essa será a primeira vez que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas, ficará acima da marca de 1.000,00 reais.

Em contrapartida, a estimativa de crescimento para a economia aumentou de 2,17% para 2,32%, enquanto a cotação média do dólar no próximo ano aumentou de 3,80 reais para 4,00 reais.

Ao anunciar a revisão das estimativas, Rodrigues destacou que a nova política para o salário mínimo só será decidida nas próximas semanas pelo presidente Jair Bolsonaro. O secretário de Fazenda, no entanto, diz que o valor servirá de referência para o Palácio do Planalto. Como já estamos em novembro, referência mais direta é salário mínimo de 1.031,00 reais, afirmou.




Fonte Veja Site Miséria
Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais