Governo do Ceará vai doar 200 mil botijões de gás a famílias de baixa renda, diz Camilo

Coronavírus

Anuncio foi feito pelo governador em transmissão pelas redes sociais (Reprodução)

O governador Camilo Santana anunciou mais uma medida de apoio às famílias de baixa renda no Ceará para amenizar os efeitos da crise do novo coronavírus. O Governo deverá distribuir 200 mil botijões de gás para população. A ação é uma parceria com a empresa cearense Nacional Gás.

A informação foi confirmada durante transmissão ao vivo pelo Facebook nesta terça-feira (7).

Os botijões de gás serão comprados a preço de custo pelo Estado, que irá distribuir vales para que as pessoas possam adquirir as unidades.

As regras de enquadramento para receber o benefício, no entanto, ainda deverão ser detalhadas pelo Estado.

“O Governo do Estado vai comprar 200 mil botijões de gás, que é fundamental para as famílias e vamos entregar um vale para essas famílias terem gás durante esse período difícil. Essa ação é uma parceria com a Nacional Gás”, disse Camilo, destacando a parceria.

“É uma honra para nós, do Grupo Edson Queiroz, poder ajudar as famílias cearenses neste momento. Apesar do nosso negócio estar em todo o país, é aqui a nossa terra, o nosso lugar. Através dessa parceria com o governador Camilo Santana, em que vamos comercializar através da Nacional Gás, 200 mil botijões a preço de custo, podemos fazer a diferença nesta hora difícil. Com essa ajuda, as famílias terão a condição de cozinhar seus alimentos e ter um bem-estar para se manterem dignamente”, afirma Abelardo Rocha, presidente do Grupo Edson Queiroz.

Covid-19 no Ceará

O número de óbitos por Sars-Cov-2, no Ceará, chegou a 40 na noite desta terça-feira, segundo a última atualização da plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa). Já o total de casos confirmados passou para 1.188. Apenas na Capital cearense são 1.053 casos do novo coronavírus.

Brasil

O Ministério da Saúde divulgou na tarde desta terça-feira (7) que o Brasil tem 667 mortes e 13.717 casos confirmados de Covid-19. A taxa de letalidade é de 4,9%.

São Paulo segue como epicentro da pandemia, com mais da metade das mortes de todo o país, com 371 óbitos. O estado é seguido por Rio de Janeiro, com 89. No último boletim do Ministério da Saúde, o Ceará aparece em 4º em número de óbitos.




Fonte Diário do Nordeste Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais