Moradores da zonal rural de Crato temem isolamento por precariedade nas vias de acesso

Baixio das Palmeiras

Sete comunidades fazem parte do distrito (Foto: Leitor do Miséria)

Moradores do Baixio das Palmeiras, zona rural do Crato, se mobilizam para garantir o total acesso às comunidades do local. Eles reclamam que as estradas esburacadas e sem manutenção podem deixar uma parte das pessoas isoladas.

Este problema poderá se agravar no período chuvoso, quando a água danifica ainda mais o calçamento. Um ofício enviado à prefeitura no dia 14 de agosto pela Associação Rural do Baixio das Palmeiras dá o parâmetro da situação.

Estradas estão esburacadas e podem pioram após chuva, dizem moradores (Foto: Leitor Miséria)

De acordo com o documento, sete comunidades são afetadas pela potencial falta de infraestrutura nas vias de acesso. No Baixio das Palmeiras moram cerca de 3 mil pessoas, sendo quase metade delas afetada por este tipo de problema.

Ainda segundo os moradores, dois micro-ônibus e cinco caminhonetes fazem a rota diária ao distrito, mas nem todas as comunidades são assistidas com o serviço por conta da situação das estradas.

Com o intuito de sensibilizar o poder público à causa, a associação incluiu no ofício que 228 estudantes da escola Rosa Ferreira de Macedo poderão estar prejudicados caso a situação não seja sanada até o período chuvoso.

A Prefeitura do Crato, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINFRA), informa que enviará uma equipe até o local para que seja feito o levantamento do custo para a manutenção da via que dá acesso ao Baixio das Palmeiras. De acordo com o Secretário de Infraestrutura, José Muniz, na próxima semana, será dado início ao processo de licitação para a pavimentação em pedra tosca e construção de passagem molhada nos distritos, incluindo o Baixio das Palmeiras.

Fonte Site Miséria
Texto Felipe Azevedo

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.