Caso raro de gêmeas que dormem desde que nasceram há 6 meses intriga médicos

Pará

Foto: Rede Liberal

Desde que nasceram, as gêmeas Ana Júlia e Ana Sofia ainda não esboçaram reação há seis meses. Elas só dormem. O caso raro deixa profissionais de saúde intrigados em Redenção, no sul do Pará. As informações são do G1.

O hospital onde as duas estão internadas ainda não conseguiu chegar a um diagnóstico. Elas não conseguem respirar bem sem a ajuda de aparelhos.

Segundo a Rede Liberal, filiada a Globo no estado, Ana Júlia está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde toma quatro remédios diferentes para as convulsões que são frequentes. A alimentação delas é feita por sonda gástrica.

Os médicos suspeitam que as meninas tenham nascido com uma desordem genética rara chamada “erro inato do metabolismo” – quando o corpo não consegue transformar os alimentos em energia, de forma correta.

O diretor técnico do hospital, Rodolfo Skrivan, disse que a unidade continua tentando resolver a situação.

O hospital tem um laboratório próprio e é o mais equipado da região, mas também tem limitações. Alguns exames genéticos que poderiam ajudar a fechar o diagnóstico das meninas são feitos apenas nos grandes centros, como em São Paulo. Um deles custa R$7 mil.

O biomédico Rodrigo Alves de Oliveira, que atende o caso, disse que sem diagnóstico não há solução.




Fonte Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Saiba mais