Barbalha negocia com goleiro Bruno, que está em regime semiaberto

Contratação polêmica

Goleiro Bruno está em regime semiaberto desde 19 de julho de 2019 (Foto: Reprodução)

O Barbalha, time que disputará a Primeira Divisão do Campeonato Cearense no ano que vem, está negociando a contratação do goleiro Bruno Fernandes para 2020. O clube abriu uma enquete por meio de rede social para perguntar se a torcida aprova a contratação do goleiro para o estadual de 2020. Bruno foi preso em setembro de 2010 e condenado em março de 2013 pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho.

Ele também havia sido condenado por ocultação de cadáver, mas esta pena foi extinta, porque a Justiça entendeu que o crime prescreveu sem ser julgado em segunda instância.

“O Barbalha Futebol Clube acredita no potencial do profissional Bruno Fernandes de Souza, e tem a plena certeza de sua recuperação e na reintegração dentro da sociedade e no futebol, nós que fazemos o esporte dentro de um país que passa por mudanças políticas e comportamentais não podemos esquecer a nossa essência maior de uma povo generoso e acolhedor, principalmente o povo Nordestino”, postou o clube em rede social.

As penas válidas somadas, são de 20 anos e 9 meses de prisão. O atleta conseguiu progressão para o regime semiaberto e foi solto no dia 19 de julho de 2019. Bruno, que vive em Varginha, distante 320 km de Belo Horizonte, precisa de autorização da justiça em função do regime semiaberto. O Poços de Caldas diz ter acordo com o goleiro Bruno para retorno ao futebol em 2019.

O presidente do clube, Lucio Barão, não atendeu às ligações até o fechamento desta matéria.

Fonte Diário do Nordeste Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.

Comentários
Carregando...

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. AceitarSaiba mais