Revista publica fotos do acordo de Crisitano Ronaldo com americana

Dor de cabeça

(Foto: Reprodução/ Terra)

O caso em torno de Cristian Ronaldo e uma suposta acusação de estupro continua ganhando novos capítulos. A revista alemã ´Der Spiegel´, primeira a noticiar o caso, publicou imagens do acordo secreto feito entre as partes, Cristiano Ronaldo e Kathryn Mayorga, que obrigava a americana a se manter em silêncio sobre o que ocorreu em Las Vegas, a destruir as provas do mesmo e que reconhece o pagamento de 375 mil dólares (R$ R$ 629 mil, na cotação da época) pelo silêncio de Kathryn.

Ainda de acordo com a publicação, “não há dúvidas da autenticidade do documento” e as imagens ainda demonstram que o português se compromete em fazer testes para doenças sexualmente transmissíveis para tranquilizar Kathryn, o que confirma que houve a relação sexual sem o uso de proteção.

A revista ainda mostra o boletim de ocorrência da polícia com as queixas de Kathryn. O documento diz que “a mulher chorava e não dizia o nome do homem, dizendo apenas que se tratava de uma celebridade, de um atleta”. A americana declarou que aceitou o acordo porque estava “aterrorizada de sofrer com uma humilhação pública”

Entenda o caso
A revista alemã noticiou o caso em 2017 e publicou uma entrevista com Kathryn, que detalhou o ocorrido, alegando que Cristiano Ronaldo teria tentado fazer sexo sem o seu consentimento, após a americana recusar fazer sexo oral no português.

O português teria atacado Kathryn, enquanto a americana trocava de roupa para conhecer a jacuzzi da cobertura do hotel, local em que CR7 estava hospedado. A defesa alega que o português se aproveitou da fragilidade emocional da americana para que Kahtryn asinasse o acordo que comprava o seu silêncio.

O posicionamento de CR7
O jogador se manifestou oficialmente sobre o assunto, na última quarta-feira (03/10), em suas redes sociais e negou veemente a acusação. O português disse que está com a consciência tranquila e que vai aguardar “com tranquilidade” o resultado das investigações.

– Nego terminantemente as acusações de que sou alvo. Considero estupro um crime abjecto, contrário a tudo aquilo que sou e em que acredito. Não vou alimentar o espetáculo midiático montado por quem se quer promover à minha custa. Aguardarei com tranquilidade o resultado de quaisquer investigações e processos, pois nada me pesa na consciência – escreveu CR7

Fonte Terra Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.