Fluminense vence Chapecoense e chega à vice-liderança

Fim de tabu

Fluminense vence Chapecoense e acaba com jejum (Foto: Reprodução)

O Fluminense derrotou por 3 a 1 a Chapecoense, neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro. Além de assumir provisoriamente a vice-liderança da Série A com 13 pontos, os tricolores acabaram com o jejum de nunca terem vencido o adversário.

Os donos da casa abriram vantagem no primeiro tempo, com gols de Pedro e Marcos Júnior. Na etapa final, a Chapecoense diminuiu com Arthur, mas o Fluminense garantiu a vitória com gol no fim, mais uma vez com Pedro.

Na próxima rodada, o Fluminense terá pela frente o Grêmio, na quarta-feira, em Porto Alegre. No mesmo dia, a Chapecoense recebe o Ceará, na Arena Condá.

O jogo – A partida começou em ritmo lento, com as duas equipes se estudando. O Fluminense buscava abrir espaço na zaga da Chapecoense, que foi a campo com uma formação mais defensiva que dos últimos jogos. Tanto que a primeira boa chance de gol aconteceu somente aos 16 minutos. Marcos Júnior foi lançado e tentou encobrir Jandrei, mas colocou sobre o travessão.

Só que aos 21 minutos, o Fluminense abriu o placar no Maracanã. Marcos Júnior fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área. Gilberto tentou a finalização, mas pegou errado. Só que a bola caiu no pé de Pedro, que apenas tocou para a rede.

A Chapecoense tentou esboçar uma reação após o revés, mas viu o Fluminense ampliar o marcador aos 25 minutos. Após lançamento de Jadson, Douglas tenta o corte antes da chegada de Jandrei, mas erra e deixa a bola livreira Marcos Júnior apenas empurrar para o gol.

O novo revés obrigou a Chapecoense se lançar ao ataque. Aos 29 minutos, os catarinenses quase marcaram com Canteros. O argentino recebeu passe de Elicarlos e finalizou na trave tricolor. NO minuto seguinte, foi a vez de Arthur desperdiçar boa oportunidade.

Aos poucos, o Fluminense melhorou a marcação e equilibrou o confronto. Mesmo assim, nos minutos finais, a Chapecoense teve mais posse de bola, principalmente no setor ofensivo. No entanto, os catarinenses não criaram boas jogadas e viram os donos da casa irem com boa vantagem para o intervalo.

No segundo tempo, a Chapecoense veio determinar a reverter a desvantagem e conseguiu diminuir o placar aos quatro minutos. Arthur cobrou falta e contou com a ajuda da barreira para mandar para a rede, sem chance para Julio Cesar.

O revés fez o Fluminense acordar na partida. Tanto que os tricolores desperdiçaram duas ótimas chances. Aos 12 minutos, Sornoza recebeu passe de Marlon na área, mas finalizou na rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, foi a vez de Robinho acertar a trave de Jandrei.

Após os sustos, os visitantes voltaram a atacar com qualidade e quase empataram aos 20 minutos. Canteros chutou de fora da área e viu Julio Cesar defender, mas dar rebote. Arthur ficou com a sobra e mandou em cima do goleiro tricolor. Só que Wellington Paulista ainda pegou o segundo rebote e finalizou em cima de Gilberto.

A Chapecoense voltou a assustar aos 26 minutos. Após cruzamento na área, a bola chegou empenado Pereira, mas o atacante não conseguiu empurrar para o gol e deu no pé de Renato Chaves, que tirou o perigo.

Na parte final, o Fluminense recuou e possibilitou a Chapecoense pressionar em busca do empate. No entanto, os tricolores aproveitaram os espaços dados pelos catarinenses para decretarem a vitória aos 41 minutos. Pedro recebeu passe na área, levou a melhor sobre a marcação e finalizou para a rede para dar números finais no Maracanã.

Fonte Gazeta Esportiva Site Miséria

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu celular ou computador, inscreva-se agora.